O plástico como opção de proteção na pandemia

Em ação conjunta, o Valgroup e as empresas integrantes da Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), arrecadaram R$12,84 milhões em doação para os hospitais e secretarias de saúde ao redor do país.

Parte do montante foi revertido em garfos, facas, colheres, copos e outros materiais descartáveis para que os profissionais da saúde realizem suas refeições com maior segurança. 

O dinheiro doado pelas empresas também foi investido na compra de equipamentos hospitalares, como o tomógrafo cedido pelo Valgroup ao hospital Santa Casa de Misericórdia, de Lorena, estado de São Paulo . Além disso, as linhas de produção de diversas empresas do segmento de plástico foram adaptadas para fabricar embalagens de álcool em gel, as quais também foram doadas.

O plástico é um material de extrema importância no combate à Covid-19, pois também serve de matéria-prima para a produção de equipamentos de proteção individual, como, por exemplo, luvas e protetores faciais, itens essenciais na prevenção ao contágio, capazes de ajudar toda a sociedade na diminuição da propagação da doença.

O contágio pelo novo coronavírus pode acontecer de diversas maneiras, inclusive com o compartilhamento de itens de uso pessoal, como copos e talheres. O risco é ainda maior se esses itens não forem higienizados corretamente entre um uso e outro. Por isso, em ambientes com um grande fluxo de pessoas, a adoção do uso de materiais descartáveis, que são utilizados apenas uma vez e por uma única pessoa, é uma medida que reduz as chances de transmissão.

Confira a matéria toda, veiculada no Jornal Nacional, clicando na imagem.