Consumo de plástico aumenta durante a pandemia

O uso de materiais descartáveis feitos com plástico cresceu devido à pandemia do coronavírus, segundo a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast). Garantindo mais segurança para produtos que vão do segmento de higiene até o de alimentação, o material é o mais indicado também em soluções de prevenção, como é o caso de luvas, por exemplo. Por isso, o fenômeno acontece no mundo todo. Nos Estados Unidos, a Associação Internacional de Resíduos Sólidos estima que a utilização de plástico descartável aumentou entre 250 e 300%.

Apesar da a situação se tornar preocupante em relação aos resíduos, esse, também, é o momento de trazermos a tona o tema de maneira massiva. Mas afinal, o que realmente é  RECICLAGEM? Na definição da Política Nacional dos Resíduos Sólidos (Lei no 12.305/10), reciclagem é o “processo de transformação dos resíduos sólidos […] com vistas à transformação em insumos ou em novos produtos”. Então, quando um produto plástico é descartado corretamente, ele passa por vários processo até que possa ser reutilizado para criar um item novo.

No Valgroup

Assim, é realizada a reciclagem mecânica, quando o resíduo plástico sai da sua casa, vai para uma estação de coleta, é separado e encaminhado para uma empresa de reciclagem. Na América Latina, uma dessas empresas é a CPR, líder no segmento e parte do Valgroup. Nela, o material é lavado, moído e dá origem aos flakes, que são plástico PET picado que, depois de outros processos, cria uma resina que pode ser usada para fabricar novas embalagens.

Esse é apenas um dos modos de reutilizar o plástico e proteger o meio ambiente. Numa indústria, também há a reciclagem primária, que é feita na empresa que criou o resíduo, normalmente são sobras de material que são reintroduzidas no processo de produção.

Além da resina, o plástico pode virar nafta, através da reciclagem química, que é uma alternativa para reaproveitar matérias já muito degradados. Nesse processo, o plástico é desintegrado molecularmente. Por fim, tem a reciclagem energética, que faz com que o produto possa ser utilizado na geração de energia. 

Diante de todo esse cenário, é importante cuidarmos de todo o processo de descarte nos ambientes que fazemos parte. Saber para onde todos os resíduos descartados estão indo é fundamental para fazer funcionar a economia circular e poupar recursos do nosso planeta, colaborando com a sustentabilidade.