Ser sustentável é combater o desperdício de alimentos

“Fome zero até 2030” foi um dos principais desafios propostos pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU, em 2015.

Descartar um alimento ou parte que poderia ser aproveitada é desperdício. Esta atitude despreocupada tem um grande impacto global, pois, além de desprezar algo que poderia saciar a fome de alguém, toda vez que jogamos comida fora também atiramos na lixeira trabalho, esforço, investimento, recursos naturais (água, energia, etc.), transporte e processamento envolvidos em sua produção.

As perdas acontecem em todo o processo: no deslocamento, no armazenamento, no comércio e também nas residências. Criar embalagens sustentáveis que conservem os alimentos em todas suas etapas, além de aumentar o seu prazo de validade, mantendo-os em boas condições por mais tempo é uma maneira de proteger o que foi produzido. A sustentabilidade pela qual tanto lutamos implica em redução de perdas e desperdício.

Só no Brasil, descartamos anualmente, em média, 26,3 milhões de toneladas de alimentos. Nossa consciência individual é uma forte aliada para melhorar o planejamento de compra e consumo, inclusive no âmbito alimentar. Se queremos um mundo melhor, precisamos nos atentar ao impacto do nosso comportamento e na forma como consumimos.

Buscar soluções inovadoras para evitar esse desperdício é uma das formas do Valgroup de ser sustentável.